quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Eu quero viver de renda

A sra. Rainha de Copas disse no blog dela que queria viver de amor. Eu não. Eu queria viver de renda. Pragmática como eu sou, eu queria aproveitar o ócio criativo, o ócio romântico, o ócio infantil, o ócio preguiçoso. Eu queria momentos espalhada na cama, no meio da tarde ou da manhã de uma dia (in)útil. Digo isso, porque útil mesmo é o sábado e o domingo. Nos demais dias, a gente dá um pulo da cama, engole um café com pão, corre pra deixar na escola, pega um trânsito bacana, corre pra chegar no trabalho, corre na hora do almoço, saca dinheiro, paga contas, faz compras, reabastece a geladeira, engole arroz com ovo, dá uma olhada na agenda do maior e repassa informações à babá sobre a lição de casa, corre de novo para o trabalho, corre pra cumprir prazos, corre pra não chegar tarde em casa, e senta de frente ao computador para resolver coisas da vida, e coloca as crianças na cama, toma banho, passa uns cremes e cai mortinha da silva.

Isso não é vida, senhoras e senhores. Eu queria viver de renda. Pronto, falei! Sabe colocar todas as contas em débito automático? Sabe não precisar checar o saldo quase que diariamente? Sabe ter certeza de que dá e sobra? Sabe ter toda a tranquilidade do mundo pra pensar em amor, em viagens, em passeios, jantares, festinhas sem precisar fazer cálculos?!?!? Ai, gente! Toparia fácil demais! E nem adianta me dizer que dinheiro não é tudo. Eu sei que não é. Eu não preciso do dinheiro, eu só queria que ele estivesse lá na conta para eu ter certeza de que nem me preocupo com ele. Simples assim.

Ah, Sra. Rainha de Copas, eu queria mesmo era viver de renda, porque sem a cabeça cheia, sem cálculos mentais, assim esparramada na cama bem no meio da semana, até o amor fica mais fácil de imaginar e, quem sabe, achar.

12 comentários:

Lu disse...

Eu também!!! rs...
bjs
Lu.

Anônimo disse...

Vc e a torcida do Flamengo queriam viver de rendas!!!

Silvia disse...

Marceleeee, concordo muito e com tudo!!!!
Penso igualzinho... claro que dinheiro não é tudo, mas é muito bom tê-lo!

Isabelle disse...

Marcele, concordo 100% com você, rs...também queria isso!!
E uns livros pra ler e aprender!! :)
Beijos!!
P.S: Leio vc sempre, um dia poderias pensar em organizar tudo e fazer um livro. Acredito que eu e muitos apoiarão a idéia...
:)

Claudia disse...

Oi, eu estava acompanhando o "não quero merecer outro lugar" e adorei descobrir esse seu novo cantinho. Amei o post, quero viver de renda também! rs... Beijos

aline disse...

Você é tão criativa! hahaha! Gostei.

Anônimo disse...

Piadinhas bestas (pq sei q vc gosta):

A mulher entra num restaurante e encontra o marido com outra:
- Pode me explicar o que é isto?
E ele responde:
- Só pode ser azar!

-----------------------------------
Antigamente, quando uma moça conhecia um rapaz gentil e educado perguntava logo se era solteiro...
Hoje, pergunta se é viado.

-----------------------------------
- A senhorita aceita um uísque?
- Não posso. Uísque faz mal para as minhas pernas.
- As suas pernas incham quando você bebe?
- Não, elas abrem...
-----------------------------------

Um velho senta-se num banco no ônibus...
Bem em frente a um Punk de cabelos compridos,
com mechas verdes, azuis, rosa e vermelhas.
O velho fica olhando para o Punk e o Punk olhando para o velho.
O Punk vai ficando invocado.. até que então pergunta ao velho:
- O quê foi, vovô, nunca fez nada diferente quando era jovem?
O velho responde:
- Sim, eu fiz. Quando era jovem, fiz sexo com uma Arara e estou aqui pensando:
' Será que este FDP é meu filho?'

-----------------------------------

A mulher compra um kit da Tiazinha para surpreender o maridão que há tempos não se animava.
- E aí, querido? Com quem eu fiquei parecida?
- Do pescoço pra cima com o Zorro, do pescoço pra baixo, com o Sargento Garcia.

---------------------------------

- Lobo, por que você tem essa testa tão suada, olhos tão apertados e os dentes tão arreganhados?
- Pô, Chapeuzinho, deixa eu cagar tranqüilo!

------------------------------

- Carmem, você está doente? Te pergunto porque eu vi sair um médico da sua casa, esta manhã...
- Olha, minha minha querida, ontem eu vi sair um militar da sua e nem por isso você está em guerra, não é verdade?

------------------------------
- Diga-me, por que motivo você quer divorciar-se de seu marido?
- Meu marido me trata como se eu fosse um cão!
- Ele a maltrata? Bate em você?
- Não, quer que eu seja fiel!

----------------------------------

Um ladrão grita ao outro, em meio a um roubo:
- A polícia está aí!
- E agora, que fazemos?
- Vamos pular pela janela!
- Mas, nós estamos no 13o. andar!
- Agora não é hora para superstições!

Adriana ,Sofya e Emanuelle disse...

ah amiga, acho que toda mãe DEVERIA viver de renda..rs

Eu penso nisso todos os dias!

Adriana Abujanra disse...

ah, vamos jogar na mega sena né ? rs

melissa disse...

ADOREI!!! Concordo demais!!!!!!
Beijosss

Stephane Matos disse...

Ah, minha amiga... eu também! Eu também...
Concordo plenamente com a última frase - até o amor fica mais fácil de imaginar e achar e CURTIR!

Yonara disse...

Ah venho sonhando com isso há tempos... tbm quero muito viver de rendas! Meu maior sonho!