sábado, 22 de janeiro de 2011

Começando...

Quem me conhece de verdade, para além de um relacionamento virtual, sempre me diz que, para quem me conhece apenas porque lê o Não quero merecer outro lugar, deve parecer que eu sou uma pessoa deprimida, derrubada pela rasteira da vida, carcomida pela dor, um fiapo, um farrapo, olhos lacrimejando a todo momento... Definitivamente, essa não sou eu.

Sempre afirmo, quando me deparo com esses comentários, de que o que está lá no blog é o que sai de mim nos meus momentos mais doídos. É uma expulsão. É incontrolável mesmo, extravaza de mim pelos dedos que batem no teclado. Não tenho controle. Muitas vezes, é só dor e lágrimas que vertem na tela branca.

Pois bem. Passado um ano do janeiro trágico, a dor ainda está aqui, como bem puderam ver todos aqueles que me acompanham no Não quero merecer outro lugar. Só que este blog foi criado para falar da mudança na minha vida, da minha vida com o Thi, como mãe, como casada. Mudança em relação ao Aberta ao mundo, que contava minhas mazelas, aventuras e paixonites de solteira. O Não quero merecer outro lugar foi feito para eu escorraçar minhas alegrias e problemas cotidianos, que toda mulher, mãe, dona de casa e que trabalha fora bem sabe. O blog era o retrato da minha vida feliz que se dissipou numa curva do caminho.

E diante da puxada de tapete, ele também tem sido terapeuticamente minha companhia no fechamento desse processo, dessa vida de esposa do Thiago que eu não terei mais. Nunca mais. Escrevi muitas vezes, só para esvaziar o que não cabia mais dentro, como falei inúmeras vezes. Escrevi para dividir, ainda que virtualmente, essa dor que parecia que ia me partir.

Surge em mim agora uma vontade de escrever sobre outras coisas que não apenas dor e saudade e tristeza e superação e lágrimas. Exsurge um anseio de olhar para o céu azul e ansiedade por esperar as borboletas. A ideia é manter os dois em paralelo, melhores momentos aqui e as recaídas por lá. Mas o que eu quero agora é o céu azul após a tempestade.

14 comentários:

Anônimo disse...

êeeeeee! que legal! que venham então as borboletas, curu!

adorei o blog novo! lindo, lindo!

beijo, querida!

Anônimo disse...

Fico feliz com esse novo blog.Serei uma leitora asssídua nesse também :D Alana Braga

aline disse...

Que seja o início de uma nova vida. Feliz!

Anônimo disse...

Ahhh não, não gostei do lugar dado ao "Não mereço outro lugar". Lá vc falava das coisas do cotidiano: alegria e tristeza (e para mim, falava sempre de uma maneira dialética). Como está em plena tempestade e reconhecer a sensibilidade profunda do filho mais velho (que ainda é tão novo)? Isso é ter céu azul sim!!!! Como sua admiradora... acompanharei o novo blog, mas protesto contra o lugar dado ao "Não mereço...". Me encantei por vc através dele, portanto, ele tem um cantinho guardado no meu coração.

Foi ficar como anônima, tá? Apesar de "conhecer" vc e de já ter comentando outras vezes (com assinatura).

Beijo em vc e nos pequenos.

ANNA CAMILA disse...

Que lindoo!! iupíiiii!! Você merece ser felizzz!!! bju! bju!!!


http://www.comerbemnutri.blogspot.com/

LuTTy disse...

Aêêêê!!!
Pensei que não ia começar... rs
E borboletas, e céu azul, e passarinhos cantando, ai ai... a vida é bonita e você já é feliz!
Que bom!
Bjs,
LuTTy

Felicidade vem em 1º... disse...

Apoiada!!!!

Bjs

Anônimo disse...

Já estou aqui louca pelo céu azul.

Bjos linda.

Lidiane Dantas

MELISSA disse...

ADOREI!!!
Beijoss

Idê Maciel disse...

serei seguidora sempre...

Anônimo disse...

O novo blog tá lindo mas tenho que concordar com o comentário do anônimo...o "Não quero merecer" era muito mais do que descarga de mazelas, é uma exposição de altos e baixos comuns a todas as pessoas e por isso tantas pessoas se identificaram com ele (inclusive eu mesmo não tendo passado por coisas tão difíceis como as que vc passou). Bom, vou acompanhar esse, o outro e tudo o mais que vc vier a escrever pois sou sua fã.

Bjs.
Janaína

Desconstruindo a Mãe disse...

Que bom ver o céu, esteja ele azul anil, cinza, escuro com muitas estrelas, ou com um luar magnífico. Melhor ainda que tua torcida organizada esteja vendo esse novo jeito de se expressar surgindo.

Gosto de ver que tu consegues colcoar pra fora. Meu blog também surgiu como uma terapia para colocar pra fora uma depressão... E virou brincadeira também, ora pode ser guia de turismo, ou debate acalorado sobre criação dos filhos, enfim... é bom brincar!!! É ótimo desabafar, bater nas calças pra tirar a poeira do caminho e seguir em frente, quem sabe em busca do oásis, não é mesmo?!

Parabéns por conseguir tirar o melhor e o pior de ti expondo a alma. E por seguir em frente.

Beijo, continuo te seguindo!
Ingrid

Priscila disse...

Mais um que vou seguir. Creio que todo bloqueiro escreve porque não aguenta mais guardar. Sejam tristezas ou alegrias, o essencial é externar, dividir, botar pra fora mesmo. Parabéns!

Mirys + Guigo + Nina disse...

Cele:

Voltei!
Voltei para o Brasil.
Voltei para o computador.
E vim conhecer o novo canto!

Me encantei (óbvio, baby), mas eu também acho que o "não mereco outro lugar" era só cho-ro-rô. Não era porque VOCÊ NÃO É! Era o relato de alguém feliz passando por uma situação absurdamente infeliz!!!

Mas se você prefere manter as coisas separadas, te apoio. Até porque te entendo (já me falaram que o "diario dos 3 mosqueteiros" é muito triste - nos meus posts...).

Bjos no coração.
Boa sorte na nova jornada.
E que venham as borboletas (amo!!!).

Mirys
www.diariodos3mosqueteiros.blogspot.com

OBS: recebeu nossos postais???