quinta-feira, 19 de abril de 2012

Não mais esperanças paralisantes

"A vida é curta, potencialmente bela, melhor gastá-la com coragem, andando à procura de respostas verdadeiras, do que ficar, repetir, tentar de novo o mesmo caminho batido. Talvez uma vez, vá lá. Talvez uma segunda chance de reatar pontas perdidas para cada amor que merecer esse nome. Mas, se me perguntam, eu diria: não mais do que isso. Não mais esperanças paralisantes. Não para mim."

(Ivan Martins)

3 comentários:

Moniii disse...

A vida realmente é muito curta.
Não mais mesmo....nada de esperanças paralisantes...principalmenete para você, por isso VIVA a VIDA!!!

Moniii

Raquel Duarte disse...

Oi, Marcele!!!

O título deste post poderia ser: Arriscando - Parte II... kkkkkkkk Super se encaixa com o que foi falado no anterior. De fato, para viver, é preciso arriscar e muito. Se pararmos para pensar em todo o perigo que corremos, não apenas nossas esperanças, mas a nossa vida será paralisada.

Mirys + Guigo + Nina disse...

Eu tenho uma amiga que, certa vez, me disse uma frase muuuuuito sábia. Eu chorava a perda de um namorado que eu pensava ser "o" cara pra mim, na época. Então, ela me levou até a janela (era noite), me mostrou todas as luzes acesas, de inúmeras casas, e disse:

"Mirys, não é possível! Não é possível que com tantas luzinhas no MUNDO INTEIRO só tenha uma que se encaixe com você, só uma que se interesse, só uma que te faça feliz."

Abra a janela, Cele. Abra a janela...

Bjos e bençãos.
Mirys
www.diariodos3mosqueteiros.blogspot.com

PS: já pensei muito nesse frase quando vivia em SP (imagine a quantidade insana de luzinhas em Sampa e tenha uma ideia de realidade ainda maior) e em Araraquara...