domingo, 4 de março de 2012

Chega!

Eu já vinha pensando há muito em encerrar o blog. A minha vida virou novela para algumas pessoas. E assim como nos folhetins, as pessoas pensam que eu sou um personagem e me julgam, criticam, esbofeteiam algumas vezes. E, sabe, eu até sou forte, na maior parte das vezes, eu dou conta e acho até saudável receber críticas. O pensamento diferente do nosso faz refletir e amadurecer. Areja as ideias. O problema é quando a coisa vira chacota e ofende e desrespeita. Isso aqui foi a gota d'água:

Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Um amor em outra cidade":

Se é para morar separado, longe e não conviver no diário, então para isto é que servem os michês ou então as "amizades coloridas".


Resolvi então fechar o blog. Só pessoas previamente habilitadas poderão ler minhas postagens. Esta será a última pública. Aqueles que me lêem e me acompanham e querem continuar fazendo isso serão muito bem vindos. Mandem-me emails se identificando para que eu possa adicioná-los. Esperarei 15 dias até fechar, enfim.

Espero os amigos.
Despeço-me dos anônimos para sempre. Boa sorte para vocês e aproveitem o tempo livre!

28 comentários:

Patrícia Souza disse...

Amiga, é uma pena que por culpa de comentários assim, várias pessoas percam a oportunidade de se deleitar com seus textos. Eu quero continuar a ler essas maravilhas que me contam, mesmo que a distância, um pouquinho de você. Beijos

Anônimo disse...

Este não é o primeiro comentário que tento postar no seu blog, nenhum nunca foi desrespeitoso, no entanto também não foram aprovados por você. Seus textos mudaram muita coisa em mim desde que os conheci, principalmente na forma de superar a morte do meu irmão e do meu pai. Lamento muito que ainda vivamos num mundo onde as pessoas sentem uma necessidade gritante de julgar e condenar uns aos outros. A culpa sempre nos paralisa e parece-me que o ser humano prefere mesmo ver o outro parado, acuado à unir-se e progredirem juntos...
O fato é que me entristece você se permitir ser atingida no alvo por quem não quer outra coisa além de paralisá-la. Hoje mesmo li uma frase de Mahatma Ganghi que diz:"Não entendo porque os fracos precisam pisar nos fortes, para se imaginarem iguais à eles..." e para mim, você é uma frágil menina de aço. Admiro muito sua história sua essência, se esta essência é real ou não isso é algo que deve ser resolvido você com você mesma, não cabe à mim julgar, condenar ou dá a fórmula correta de ser. Cabe apenas aproveitar o melhor que você tem a me oferecer, como anônima que leio seu blog com frequência rotineira, que choro com sua dor e encho-me de esperança com suas alegrias. Todo esse drama começou depois que você ultrapassou aquela curva do seu caminho...Por que algumas pessoas não conseguem simplemente ficar feliz porque você, seus pequenos o seu namorado e os pequenos dele encontraram a oportunidade de se reconstruirem juntos e felizes?! acho que todo mundo tá muito acostumado com os dramas das novelas da Globo, muita gente mau querendo destruir pouca gente boa...Não se deixe abater pelos vilões da trama da vida... Eles podem efetivamente influenciar muito pouco na sua vida, podem apenas o quanto você permitir. Então não permita que eles te paralisem. você não tem culpa! e com toda a certeza do mundo, você faz muito mais bem à anônimos como eu do que mal à anônimos que se dignam a atirar flechas com veneno em direção a sua felicidade de ser quem você é.
Seja Feliz...Cada vez mais e sempre porque você merece.
Luciane Lacerda

Selma Helena Lessa disse...

Oi Flor! Entendo você e sinto muito por tudo isso , pois como já disse pra você, seus textos me libertaram de mágoas, medos e algumas ilusões.
Te desejo felicidades Marcele.
Vou te enviar e-mail, viu?
Beijos.
Selma Helena Lessa

Van disse...

Eu sabia que mais cedo ou mais tarde você faria isso, não tem jeito, eu também já tomei uma decisão como essa e me livrei de alguns problemas. Mas escrever, Cele, está no sangue, você não consegue simplesmente parar. Fico feliz por sua decisão em manter o blog somente para os amigos, afinal, quem te ama ou apenas se importa com você sempre vai querer notícias poéticas suas. Fica com Deus.

Debby disse...

Cele não esqueci de mim.... rsrs
Adoro seus textos e espero que faça como Fernando Pessoa . Eu acho ! das pedras faça sua escada para seguir adiaente.
Tentei te mandar um e-mail mas aqui no seu blog não consegui.
Mas no trabalho vou te mandar tá?
Bjs
Debby :)

Izabel Bezerra disse...

Mais cedo ou mais tarde sabia que isso iria acabar acontecendo...no entanto você sabe o o bem que fez às pessoas de BEM como você.Você tem alma de LUZ,tem amor pelo ser humano,sabe dividir esse amor,saber SER FELIZ e FAZER O OUTRO FELIZ! Esterei sempre lhe acompanhando e me faz bem,pois você nos presentea com palavras sempre tão cheias de vida.Obrigada SENHOR por ela existir em nossas vidas! Mil beijokas no coração e nos pequenos reis de sua vida!!!

Anônimo disse...

Nãooooooooooooooooo!! Marcele, não faz isso. Menina, vc não sabe que existe uma coisinha chamada Inveja? Deixe esse povinho pra lá. Nem Jesus agradou a todos, não seria vc! Além do mais vc pode moderar os comentários. Sei que vc se chatei ao ler, mas apaga, esquece e pronto. Tem gente que se incomoda com o sucesso dos outros.Vc é muito inteligente, escreve muuuuuuuito bom, não faça isso pq os novatos não poderão te acompanhar. Vc vai dar ese gostinho pros invejosos? Eu não faria isso. É aquele coisa: fale mal mas fale de mim!!!

Stephane Matos disse...

Eu aprendi essa lição há um bom tempo atrás.
Por isso minhas coisas são cada vez menos e menos públicas.
Admiro muito gente que não se importa de jeito nenhum com esse tipo de comentário e consegue simplesmente ignorá-los e tocar o barco, mas pra mim, sempre ficava aquela pulga atrás da orelha me incomodando...
Mas que eu acho que vc deveria continuar escrevendo publicamente textos sem teor pessoal, eu acho mesmo. Vc é uma das minhas escritoras favoritas e tem realmente muito talento! De repente vc consegue separar e deixar a parte "diário" mais pros íntimos e a parte "jornal" pro resto do mundo! :)
Beijos!

Anônimo disse...

Ótima ideia! Sucesso e até nunca mais.

Anônimo disse...

Ahhhh mas quanto drama! Então se não concordam com teus "hábitos" afetivos, já fica nervosinha e o mundo te persegue? Te liga,figura!
Se quer morar junto, separado ou sei lá mais o quê, problema teu,concordo.
Mas sem draminhas baratos por favor! Pegastes o viuvinho recente, com filhinhos pra crir, até aí tudo ok né.hehe mas não precisa fazer todo esse bla bla bla pra se explicar! Teu blog não parece jornal, mas com certeza seria um dramalhão mexicano do naipe da "Usurpadora".

Anônimo disse...

Marcele, te acompanho há muito tempo, mas não gosto muito de escrever aqui, na verdade esta é a primeira vez que o faço. Ou quase isso, pois te mandei um email há um certo tempo e você gentilmente me respondeu. Gostaria muito de continuar lendo seus textos. Como muitos já disseram, você escreve muitíssimo bem, de forma intensa, seja sobre o amor ou a dor em carne viva. Acho absurdamente lindo. Infelizmente algumas pessoas passam do limite e nós é quem temos que colocar um "basta" neles. Te mandarei um email para poder, quem sabe, continuar por aqui. Beijos! Natalia Reis

Mirys + Guigo + Nina disse...

Cele:

Eu agradeço muito à internet (e à minha tia da BSB), que me deu a oportunidade de conhecer seus textos... e de te conhecer através deles! Descobri uma pessoa maravilhosa, que encarou alguns enormes obstáculos da vida da melhor forma que conseguiu, uma mãe batalhadora, uma amiga fiel, uma garota apaixonada. Que você se mantenha assim, para o bem de todos aqueles que te querem tão bem e já aprenderam a te amar desse jeito.

Respeito sua decisão de parar (até porque não sei se eu mesma conseguiria conviver com o que você convive), mas morro de dó de quem veio depois de mim e não teve a chance de se deliciar com o que você escrever!!!

Era pra ser céu azul, após toda a tempestade, mas teve gente tentando colocar raios e trovões nele. Você é a senhora toda poderosa desse mundo que é só seu: e se decidiu encerrar, encerre.

Só acho uma pena que existam pessoas tão pequenas assim no mundo, só tentando criticar a vida alheia...eles não sabem o prejuízo que nos trazem...

Bjos e bençãos.
TJ always, always, always.
Mirys

Débora disse...

Em todo lugar tem gente para estragar a felicidae alheia!!!

Ôh raça moldada no inferno!!!

Eu queria que você me incluísse em seu rol de amigos, pois adoro ler seus textos ( e compartilhar no facebook)!!!!

Bjão

Débora.

Anônimo disse...

Marcele,

Há muito tempo acompanho, anonimamente seu blog.Cheguei em você através do blog que Woltony compartilhava com Luciana e não deixei mais de ler. No final, o blog lá foi encerrado pelo Woltony, permaneci só aqui, e não tenho como elencar as inúmeras lições que aprendi, as vezes que torci e o quanto chorei sua dor.
Creio que, como eu, há muitos. Anônimos/as que aprenderam a te visitar e te admirar. Suas palavras dão leveza e tornam qualquer trivial da vida em um espetáculo lindo de se ver.
Com vocês aprendi a dar um valor inestimavel valor à vida, aos pequenos momentos, ao homem que amo, aos pequenos e sutis detalhes.
É uma pena que "sempre existe um fdp!" (não precisa publicar meu comentário, mas tinha que "falar!").
Seja feliz, menina. Sejam felizes!
Pessoas lindas, do bem, que merecem toda a sorte de terem se encontrado.
"Há caminhos que não se busca, não se escolhe. Se Segue." E que bom que seu caminho floriu :)
Não sei como poderia enviar o e-mail para continuar acompanhando as postagens, se puder. Mas entendo perfeitamente se achar melhor não. Afinal, nem me conhece! rs.
Beijos, fiquem com Deus SEMPRE!
Daniela.

Anônimo disse...

Que pena... Adoro seus textos. Deve ter MUITA gente com inveja de você - é obvio que só pode ser isso - pra incomodar tanto assim...
Até porque ninguém é obrigado a ler seu Blog. Se a pessoa se dá ao trabalho de abri-lo e ler todos os dias, com o intuito de criticar, é porque, enfim...
Falando nisso, já te disseram que você é super parecida com aquela atriz que faz a Deborah da novela Fina Estampa, da Globo? Lindíssima e charmosa!
Tomara que você mude de ideia. De qualquer forma te desejo toda a felicidade do mundo e tenho certeza que é isso que terá.
Beijos, com afeto e admiração

Weidy disse...

Vc é simplesmente o máximoooo!!!! É triste "ver" essas pessoas q fazem comentários infelizes!!!! Isso só reflete o qto "eles(as)" são infelizes e dignos de pena!!!!!

Tenho maior admiração e respeito por vc!!!! Beijooo, Weidi:)

Anônimo disse...

A felicidade de vocês é diretamente proporcional à de quem os ama e inversamente proporcional à dos que te invejam.

Gente estúpida, maldosa e invejosa. Se não gosta, porque vem aqui ????

Seja feliz, Marcele. Você merece.

Idê Maciel disse...

Segue aí o conselho da fannie... faz um blog impessoal aberto e fecha o ceu azul mesmo...

Anônimo disse...

Marcele querida, entendo e aprovo. Eu não teria essa paciência com essa gente doida e infeliz! Mandei um e-mail com meus contatos, pois saí do face. Beijos...Adriana Moreira

Anônimo disse...

Ola querida, eu sempre acompanho o seu blog, e acho uma pena essas pessoas que se vêem no direito de falar tudo o que lhes chega a cabeça. Gostaria de ser adicionada a seleta lista de pessoas que poderao acompanhar esse novo estagio do blog. qual endereço de e-mail que posso me "identificar"? Abraço, Ana C.

Anônimo disse...

Querida, eu nunca escrevo aqui... Volta e meia recomendo seu blog todo, pq é muito difícil usar só um pedacinho (ainda q com créditos)...
Vc que sabe, né? Já disse Caetano Veloso que "Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é".
Não me surpreende os comentários desse tipo, vc ainda permitiu dois nessa oportunidd... realmente assim são as pessoas... e ainda não assinam o que fazem, incrível! mas somos diferentes e nossos filhos tb serão e isso nos basta, né?
Leio vc há uns bons anos e sempre digo que vc desenha o que penso.
Espero que vc me habilite entre seus amigos, pq será muito estranho acessar a internet e não poder ler seu blog, nem imagino esse dia!
O e-mail para q endereço eu envio?
Bom, deixo aqui um bj enorme para vc e seus pequenos... tb para o seu amor e os pequenos dele e já que as pessoas falam, falam e falam... tb vou falar: acho que esse tipo de amor e nestas condições é exatamente o q vcs dois poderiam encarar neste momento, tudo irá se acomodar!
Bj grande! parece que vc vai estar em bsb fim de março... vou querer seu autógrafo!! kkk
Clarissa Marzullo.

@tioago disse...

O Escorpião

Um mestre do Oriente viu quando um escorpião estava se afogando e decidiu tirá-lo da água, mas quando o fez, o escorpião o picou. Pela reação de dor, o mestre o soltou e o animal caiu de novo na água e estava se afogando de novo. O mestre tentou tirá-lo novamente e novamente o animal o picou. Alguém que estava observando se aproximou do mestre e lhe disse:
— Desculpe-me, mas você é teimoso! Não entende que todas às vezes que tentar tirá-lo da água ele irá picá-lo?
O mestre respondeu:
— A natureza do escorpião é picar, e isto não vai mudar a minha, que é ajudar.
Então, com a ajuda de uma folha o mestre tirou o escorpião da água e salvou sua vida.

Não mude sua natureza se alguém te faz algum mal; apenas tome precauções. Alguns perseguem a felicidade, outros a criam. Preocupe-se mais com sua consciência do que com a sua reputação. Porque sua consciência é o que você é, e sua reputação é o que os outros pensam de você. E o que os outros pensam, não é problema nosso... é problema deles.

Eliane disse...

Oi Marcele, devo confessar que já fiz uso de suas palavras numa hora em que me faltou as minhas! Desde quando encontrei seu blog, acho que fiquei mais de uma semana para ler todo ele. Lamento em saber que poderemos ficar sem seus textos.
Gostaria de estar incluida na sua lista de aprovados.
Beijos e boa sorte!

Anônimo disse...

Fique com Deus e seja feliz.
Adorei te ler, você é especial.
Infelizmente a inveja tem disso.
Beijos
Silvia

Lílian Holanda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
FatimaVilaNova disse...

Oi Marcelle, desde muito tempo acompanho seu blog, comentei umas poucas vezes e para mim é uma pena saber que talvez não possa visualiza-lo mais...Não para saber de sua vida pessoal, mas porque te acho com ideias e pensamentos interessantes e que fazem bem para mim. Por diversas vezes você escreveu o que realmente naquele momento eu estava precisando... Vou achar muito estranho entrar na net e não conseguir encontrar você!!!!!
O que acontece conosco é que você consegue chegar de uma maneira maravilhosa, encantadora aos nossos corações,conseguindo muitas vezes nos "modificar" e isso querida é dom de Deus...Não deixe que o lado escuro de alguem prejudique , atrapalhe uma das coisas mais bonitas qe vc sabe tão bem fazer: escrever. Pense que do outro lado da linha tem pessoas que realmente vc nem conhece mas que te quer muito bem... Seja feliz com seus meninos e viva em paz!!!!!Beijos Fatima

Anônimo disse...

Marcele, é impressão minha ou tudo isso passou a acontecer depois que vocês assumiram o namoro? Infelizmente, a exposição tem seu ônus, né. Mas é isso aí... a vida continua!

Chrystina disse...

Concordo com vc... tem gente que não está preparada pra entender a vida como ela é, de fato! Já levei muitos golpes desta tal "vida como ela é"... e sei que, qdo a gente dá a cara a tapa, é só tapa que a gente leva mesmo...Se puder me liberar para continuar lendo, agradeço! Beijão!