terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Quero é ver...

Bater em cachorro morto, qualquer um bate.

Quero ver é enfrentar a briga com cachorro bravo sem correr.
Quero ver é estar cara a cara com um pitbull e encarar.
Quero ver é sobreviver.
Muito mais que coragem, é preciso inteligência, jogo de cintura, determinação.
Não é fácil, não é pra qualquer um.

Vejo gente por aí que desiste, que desanima, que deixa pra lá.
Gente que desviou o caminho ou estacionou naquele lugar tem aos montes.
Gente que não conseguiu e olha para quem consegue sem entender, ô!, tá assim ó.
Gente que joga a âncora nesse momento difícil, meu amigo, vou te contar que conheço torrões.

Vejo, porém, gente por aí que encara um cachorro bravo, um leão, um dragão e um tiranossauro rex por dia.
Vejo gente por aí fazendo das tripas coração, dando nó em pingo d'água, carregando as toneladas da responsabilidade e da adultice que lhe chegaram às vezes cedo demais, às vezes por circunstâncias alheias às suas próprias vontades.
Vejo gente por aí sobrevivendo, lutando, vencendo e fazendo muito mais do que pode.
Vejo gente por aí digna de admiração e reverência.

Bater em cachorro morto, qualquer um bate.
Quero ver é lutar e vencer e continuar no caminho, apesar das feridas, apesar do que dói, apesar de tudo.

4 comentários:

Anônimo disse...

Concordo plenamente. Pimenta nos olhos dos outros é refresco.

Isabelle Gois disse...

Precisava ler uma coisa dessas hoje, rs...
Bjoss

Mirys + Guigo + Nina disse...

Cele:

Também quero é ver! Porque julgar, instruir, falar "como deveria ser" SEM VIVER é fácil. Difícil é caminha o mesmo caminho, seguir a mesma estrada, ir em frente - mesmo sem rumo, sem mapa, sem sapatos, sem chão!!!

Amore, na teoria, a vida é simples. Você pode dizer que "faria" desse ou daquele jeito. Se não der certo, lá na frente, você volta, apaga, faz de novo, de outro jeito, até encontrar o "perfeito". Mas, na prática, quando tudo o que te resta é IR, do jeito que der, do jeito que doer menos, do jeito que conseguir andar e respirar (coisas tão básicas) ao mesmo tempo... quando não dá pra voltar e recomeçar... quando se tem consciência que as escolhas servem para, no mínimo, 3 pessoas... Aí, a vida não é simples.

Fácil é falar. Viver é que são elas....

Bjos e bençãos.
TJ
Mirys
www.diariodos3mosqueteiros.blogspot.com

Anônimo disse...

marcele,oie!!!
talvez vc possa escrever sobre o blog no seu dia a dia, na sua cabeça, pensamentos, idéias...
talvez vc já tenha escrito...
bjbj