quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

O pai que ele era...

Tava fazendo uma limpeza na minha caixa de emails e encontrei isso aqui. O título bem poderia integrar a série "Rindo com Matheus", mas eu preferi ressaltar o orgulho da paternidade tão inerente ao Thiago.


From: Thiago Castro
To: marcelcastromoraes
CC: marcelealencar; alessandracrisostomo; recastromoraes
Subject: Comédias do Matheus
Date: Mon, 21 Dec 2009 12:59:19 -0300

As últimas do Matheus:
 
Cheguei hj pela manhã com um panetone que ganhei de um paciente. Estava dentro de uma lata. Ele viu e logo pediu pra abrir para ver o que tinha dentro. Depois que abriu e tirou o panetone, correu e pegou o cofre - também em lata - que temos aqui em casa. Logo falou: papai, abre aqui essa lata também. Eu disse: pra abrir, tem que ter a chave. E ele logo respondeu: mas eu já coloquei a chave aí dentro, Papai! hehehehehehe
 
Na hora do almoço, foi comer "macarrões de letrinha", que a Cele comprou pra ver se melhora o apetite. Começou a falar as letras: T de "Thomás" e de "Papai". H de quê, mãe? A Cele disse: de HOJE. Ele: de quê mais? Cele: de HELICÓPTERO. Ele: de quê mais? Cele ficou pensando... Ele: não sabe, mãe? Vc tá esquecendo! A Cele falou: H de quê, então? Ele disse: de vizinho da Vovó Paula! NOTA: Agamenon é o esposo da Bidinha, vizinho da gente da Caponga e que costumamos chamar de Agá! hehehehehe
 
Ainda perguntam por que sou feliz e vivo dando risada pro vento! hehehehe
 
Thiago Castro

5 comentários:

Anônimo disse...

Adoro essas histórias de criança!
Beijos!

Mirys + Guigo + Nina disse...

Poxa... por que eu não acho um desses por aqui?...

No meu caso, acho (certeza, certeza, certeza!) que EU era a parte que gostava de colocar tudo em texto, de contar pros outros, de compartilhar por e-mails. Então... só ficam as MINHAS lembranças, mesmo...

Bjos e bençãos.
Mirys
www.diariodos3mosqueteiros.blogspot.com

Idê Maciel disse...

Olha só a data em que foi enviado o e-mail: Date: Mon, 21 Dec 2009 12:59:19 -0300!
Ao completar um mês, ele já não era mais... Foi extremamente feliz com você e seus filhos, até sempre.

Anônimo disse...

Tão novo e tão sábio.
Sabia dar valor no que tinha e encontrar felicidade nas pequenas coisas.
O tempo de vocês juntos vale por uma vida inteira.
Beijos
Silvia

Izabel Bezerra disse...

Quanta saudade meu amigo querido...
É Cele,vocês eram e sempre serão a grande alegria,a grande realização,a força da vida...que ele não cansava de relatar,de sorrir,de contagiar!
Para nós o período foi curto,para ele intenso...e nos deixou MUITAS lições de como bem viver,conquistar,amar,CONSTRUIR!
Grande abraço apertado no coração!!!