segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Cansei

Cansei de me colocar em frente à porta, tentando impedir que você saísse. De que adianta eu te prender aqui se há muito você não quer ficar? E, ainda que ficasse, de que valeria sua presença se o seu coração quisesse estar lá fora? Cansei de ficar murmurando seu nome para não deixar você sair de dentro de mim. De que adianta eu continuar revirando o passado e as lembranças se não há mais futuro para nós? Cansei de ficar desenhando um conto de fadas, um final feliz de comédia romântica, o espetáculo de amor que justificaria minha vida e minha dor. De que adianta essa esperança inútil que teima em me fazer criar expectativas absurdas e incompatíveis com sua personalidade?  Cansei de tentar te convencer de que somos o melhor um para o outro, de que somos mais fortes quando estamos juntos, de que somos incríveis. De que adianta eu acreditar nisso sozinha? Quem ama definitivamente não precisa ser convencido disso! Cansei de esperar pela entrega, por atitudes, por convicção. Cansei de derramar todas as lágrimas que existem dentro do meu coração. Cansei desse sofrimento todo. Cansei.
 
Drumond disse uma vez que a dor era inevitável. E, sim, ela é. A vida mesmo se encarrega de jogar a gente em fundos de poços, em becos sem saídas. A vida, com suas artimanhas e traiçoeiras redes de eventos, faz com que doa. O sofrimento não. A gente é que alimenta, elastece, prolonga. Somos nós que escolhemos sofrer e pelo tempo que quisermos. Eu não vou ficar num lugar desses por opção. Eu não quero mais sofrimento. Nunca mais. Já fiquei tempo demais nesse lugar. Cansei da posta-restante e não tenho mais milênios e milênios para esperar. Cansei de ficar na esquina esperando você vir me buscar no ponto em que me disse adeus. Cansei dessa torre de castelo, onde a princesa espera por um príncipe que não chega nunca. Cansei de ficar olhando para atrás achando que o que eu perdi é o melhor que poderia me acontecer. Cansei.
 
A vida que se leva é decorrência direta das nossas escolhas. Há muito tempo eu escolhi você. Agora eu decido que não mais. Cansei.

4 comentários:

Idê Maciel disse...

Li no blog da Mirys, na sa ga do H... e achei tão pertinente:
“Mirys, eu estou numa situação muito difícil. Eu já te falei mais do que devia, por mensagens de texto, mas nós ainda não conseguimos conversar. Você sempre foge... e eu sempre vou atrás. Eu esperei tanto tempo pra te falar tudo isso, mas não teve o efeito que eu queria. E eu não sei o que fazer. Eu, que sempre tive controle da situação, não sei o que fazer. Se eu continuo a te procurar e pedir pra te ver, corro o risco de ser considerado o cara mais chato e inoportuno do mundo. Se eu me afasto e te dou um tempo pra decidir e fazer as coisas no seu ‘timing’, corro o risco de você achar que eu não queria tanto assim ou que eu me desinteressei. Corro o risco de te perder.”

A resposata dela a este argumento dele:
"Se ele se afastasse, mesmo que pelo motivo mais ilustre e bem intencionado do mundo, eu IA achar que ele não queria tanto assim. Eu ia... Porque eu estava secretamente pedindo por alguém que me quisesse ALÉM do possível, além do básico, além do “vamos passar uma noite agradável juntos”. Eu queria alguém que me quisesse, de verdade..."

Acho que quem quer de verdade, quem ama, pensa assim mesmo... então se é a respeito de voces esse teu post, Cele, acho que você está certa... Passarei a rezar por voce para que Deus consolide seu atual querer...

Humberto Alves disse...

Como é difícil comentar um texto como este que você escreveu, tão cheio de emoções, sentimentos, repleto de autenticidade, de exposição pessoal, de forma tão direta e ao mesmo tempo tão completa! Mas não poderia deixar de me solidarizar com você, e dizer que é uma guerreira, em todos os aspectos e com todas as qualidades e defeitos que demonstram toda sua força e fragilidade, que declara sua busca e sua perda, refletindo todo seu desejo e tudo o que você não quer pra sua vida!! Quanta “antagonidade” nesse momento, tanto sim e não!! Como decidir e seguir com a sua decisão, que convenhamos é bem mais difícil?

Todos nós queremos nos sentir completados por outra pessoa, estar envolvido em sentimentos que transbordam nosso coração, de sermos de alguém e pertencer à outra pessoa, porque viver uma solidão no meio da multidão é realmente detestável! Só que isso tudo realmente vale quanto temos a completa reciprocidade daquele que a gente tanto quer, pois sem esta troca, de que vale um amor não correspondido? De desejos incontroláveis, sem sentirmos este mesmo descontrole de volta para a gente? De expressar todo nosso sentimento sem medo, sem pudor, sem vergonha, nos expondo e nos entregando se não vemos a outra parte agir da mesma forma? Como fazer isso tudo quando foi dada toda chance, oportunidade, tempo, sentimento, até mesmo toda suplica e todas as expectativas, possibilidades, razão e espera se esgotam, já escorreram pelo ralo? realmente deve ser como vc diz: CANSA.

Como comentar algo tão pessoal, ainda mais quando minha história foi usada como exemplo, sendo ela tão diferente da sua, e apesar de adorar cada dia que passei para conquistá-la e desejar que todos vivam a mesma experiência maravilhosa e completa de amor que hoje vivo com Mirys, os caminhos para se chegar a isso nem sempre são iguais para todo mundo!!! Os personagens e vivências são diferentes. Todas as histórias de amor são lindas, principalmente quando se chega ao Final Feliz! O importante é não perder o objetivo! O importante é ter duas pessoas que realmente se amem!

Procure alguém assim, que te ame e seja loucamente apaixonado por você, da mesma forma como você é capaz de ser! Você tentou, você insistiu, insistiu de novo, e mais uma vez, e de novo, e deu a última chance! ficou com ele e mesmo assim ele não ficou com você: Cansou? Claro que sim! Desistiu? Então não caia! Prossiga de cabeça erguida, sabendo que você fez tudo o que podia, e o que não podia! Mas não desista de procurar alguém como está em seus sonhos! Mas se você não se libertar como vai encontrar? Como vai aparecer o novo, o que você quer, se não sai do antigo, do que encerrou?

Deixo o conselho que dei a Minha Mi, lá atrás, levante sua cabeça e pare de olhar para o chão ou para o vazio! E você então poderá ver que alguém esta olhando pra você, e tudo o que você precisa é ver, e olhar nos olhos deste alguém, e manter o contato no olhar dele! Um dia, pode até demorar, mas irá encontrar tudo o que procura no olhar daquele que será SEU, e vai se apaixonar pela ideia! E então...
Seja feliz, mas para que isso aconteça primeiro precisará permitir-se ser feliz.

Mais uma vez digo: SEJA FELIZ!!!

Unknown disse...

Poxa, por isso que acho que sempre vale a pena ler esse blog. Além de nos presentear com a leitura dos seus textos, Cele, ainda ganhamos de brinde os comentários de outros leitores.
Concordo com você, tem horas que esse processo todo de tentar ser feliz com alguém cansa, tem horas que a alma se estressa, principalmente pelo desamor...
Pelo menos você foi até o fim, parece-me que não ficou aquele " e se...e se tivesse sido assim... e se eu tivesse feito isso".


Desejo tudo de bom.

O Divã Dellas disse...

E é preciso muita certeza do que se quer, muita coragem e muita deterinação para dizer que CANSEI. NÃO QUERO MAIS!
Nunca gostei de esmolas, no amor então, elas estão definitivamente dispensadas por mim.
Beijo, Marcelle.
Você é guerreira.
Cinthya
http://odivaadellas.blogspot.com